Tags

,

Gostaria de pedir desculpas pelos dias que se seguiram sem uma atualização. Estava viajando, mas hoje volto com tudo!

Contexto histórico:

A partir do final do século XVIII houve um boom de restaurantes na Europa, especialmente França. O que tornou a alta gastronomia mais acessível a outras classes que não a nobreza.

As cidades ficavam cada vez mais cheias. A burguesia ganhava cada vez mais poder e começa a influenciar diretamente na cultura européia.

Antonin Carême(1784-1833):

Nascido em família humilde, era o 16º de 25 filhos de um casal que já não conseguia sustentar a prole. Carême foi expulso de casa aos 11 anos. Começou a trabalhar como ajudante de cozinheiro, no mesmo dia que fora deposto de sua residência. Trabalhou em troca de comida e uma cama, e nas horas vagas já frequentava a biblioteca nacional de Paris.  Em 1800 começou a estudar a arte de confeitar e já em 1804 abre sua própria confeitaria. Estudou por conta própria culinária antiga, gastronomia estrangeira e arquitetura que vieram a enriquer seu trabalho. Com 26 anos lança seu primeiro livro “Le patissier Royal parisien” que é na verdade uma releitura de seus diários.

Carême possuiu um currículo invejável. Ficou conhecido como “O cozinheiro dos reis e o rei dos cozinheiros”. Realmente serviu reis em banquetes inesquecíveis! Entre as celebridades que serviu estão:

  • Talleyrand: nobre influente (participou da corte de  Luis XVI e Napoleão);
  • Czar Alexandre: Cargo equivalente a imperador para na Rússia;
  • Jorge: Príncipe de Gales na época;
  • Família Rothschild: Família de banqueiros extremamente ricos.

Legado:

Carême deixou um legado muito importante para a culinária no mundo TODO! Vou enumerar para evitar ficar cansativo:

  • Valorização do Banquete: Importante característica do chef, seus jantares deveriam surpreender igualmente na aparência e no sabor!
  • Assimilação das noções de arquitetura, escultura, pintura, física e química a culinária: Foi um grande diferencial e também destacou bastante o cozinheiro.
  • Sistematização da cozinha: Organizou a cozinha, criou molhos bases e montou uma terminologia universal para a cozinha.
  • Disseminação da gastronomia francesa: Apesar de trabalhar da França passou pela Inglaterra e Rússia, onde também aprendeu bastante.
  • Publicação de livros importantes para a época
  • Estabelecimento de uniforme na cozinha.
  • Após Carême a figura do chefe começou a ser tratada com prestígio.
Ilustrações desenhadas por Carême e usadas nos banquetes

.

Cainã Freitas